Radiologia

Tudo que você precisa saber sobre radiologia odontológica para ser um profissional da área


A radiologia é tão diversa que é possível falar sobre dezenas de especialidades médicas que utilizam os benefícios dessa tecnologia para visualizar partes do corpo humano com fins de tratar e melhorar a saúde dos pacientes.

Apesar de não fazer parte da rotina dos hospitais, nem dos cursos de medicina, a radiologia odontológica é uma das especialidades que mais utilizam as imagens de raio-x em seu dia a dia.

Dezenas de procedimentos realizados em consultórios odontológicos só podem ser feitos com precisão, segurança e eficiência graças às imagens de raio-x.

Mas como funciona na prática, quais são os profissionais que podem realizar exames de radiologia odontológica e para quê estes exames são utilizados?

Nós explicamos detalhes sobre essa especialidade abaixo.

O que é a radiologia odontológica?

A radiologia odontológica é a especialidade que utiliza a radiologia tradicional com a finalidade de examinar a face, ossos, maxilar, mandíbula, boca e dentes do paciente.

Dessa maneira, a radiologia odontológica faz o uso de doses seguras de radiação para gerar imagens que são utilizadas no diagnóstico, no acompanhamento ou até mesmo no planejamento de um tratamento.

Ela pode ser utilizada por dentistas, cirurgiões e ortodontistas em diferentes oportunidades:

  • Para verificar as estruturas anatômicas
  • Para avaliar inflamações, anormalidades e tumores
  • A fim de mapear e identificar todas as necessidades do paciente antes da produção do aparelho ortodôntico
  • No planejamento pré-operatório de uma cirurgia bucal, maxilar ou facial
  • Entre outras situações

Diante da diversidade nas formas de uso, a radiologia odontológica é classificada em radiologia intraoral e extraoral, ou seja, em exames que são realizados por dentro e por fora da boca.

A radiografia intraoral fornece imagens que possibilitam a análise de toda a arcada dentária: desde a coroa do dente até o término da raiz dentária.

A radiografia extra oral, por sua vez, fornece imagens que permitem analisar o maxilar inferior, superior e as articulações.

Para que servem as radiografias odontológicas?

As radiografias odontológicas são utilizadas em dezenas de casos, como nos tratamentos ortodônticos, na avaliação de doenças, na extração dos dentes do siso, na realização de implantes e de cirurgias na região do maxilar, etc.

Um fato que demonstra que a radiologia odontológica é indispensável em muitas situações, sendo que apenas o dentista é o profissional capacitado para indicar a necessidade de realização de uma radiografia odontológica.

Os usos mais populares são:

  • Como parte de um procedimento pré-operatório, no planejamento de uma cirurgia.
  • Para a realização de implantes e para análise de extração de dentes (como os do siso).
  • No planejamento de aparelhos ortodônticos e alinhadores transparentes ou para uma simples avaliação ortodôntica geral.
  • Para analisar lesões ósseas, na boca, no maxilar ou na mandíbula.
  • Na visualização de dentes que ainda não nasceram.
  • Para o estudo de fraturas na mandíbula, observação de anomalias, presença de cistos e tumores, etc.

Quem pode fazer radiologia odontológica?

Para trabalhar na área da radiologia odontológica, é necessário possuir um curso técnico ou de tecnólogo em radiologia.

Os dois ensinam a operar aparelhos, a entender o funcionamento e a fazer o diagnóstico por imagem, no entanto, eles têm diferenças notáveis: o técnico é considerado de nível médio e o tecnólogo de nível superior.

Enquanto os técnicos aprendem a operar equipamentos, os tecnólogos também aprendem a gerenciar equipes, a prestar assessoria a profissionais de saúde, a fazer o trabalho operacional e também a desenvolver trabalhos de pesquisa.

Dessa forma, enquanto o curso técnico em radiologia dura entre 1,5 e 2 anos, o curso superior de tecnologia em radiologia tem duração de 3 anos.

Quais são os tipos de radiografias?

Radiografia digital

A radiografia digital representa uma evolução dos aparelhos de raio-x tradicionais, que utilizam filmes radiográficos.

Na odontologia, a radiografia digital é utilizada para dar mais agilidade, de modo que, durante o procedimento, o aparelho de raio-x que recebe a radiação envia as imagens diretamente para o computador, sem necessidade de impressão.

Tal fato garante imagens de raio-x da arcada dentária feitos em um espaço de tempo bem mais curto.

Radiografia panorâmica

A radiografia panorâmica é bastante popular, sendo que seu uso é bastante comum no planejamento inicial dos tratamentos ortodônticos (aparelho para alinhamento dos dentes) e odontológicos.

Sua função é oferecer, através de uma única imagem, uma visão completa da arcada dentária do paciente, da mandíbula e do maxilar.

Atualmente, a mesma já existe também radiografia panorâmica digital, o que agiliza e melhora ainda mais a qualidade das imagens.

Radiografia interproximal

A radiografia interproximal é bastante específica, pois ela é utilizada no diagnóstico de cáries entre os dentes.

Ela possui o grande benefício de possibilitar que os dentistas visualizem as lesões provocadas pelas cáries antes delas se tornarem visíveis, de maneira que sem o auxílio do raio-x, eles não teriam a possibilidade de visualizar e diagnosticar com antecedência.

Um benefício que faz toda diferença no tratamento preventivo dos pacientes.

Radiografias periapicais

As radiografias periapicais são utilizadas para avaliar os dentes do paciente de maneira geral, ao mesmo tempo que permitem uma análise detalhada das cáries.

Juntas, as radiografias periapicais e as radiografias interproximais são as mais populares entres as clínicas odontológicas.

Radiografia oclusal

A radiografia oclusal é muito útil para acompanhar o crescimento dos dentes das crianças, por exemplo. Por isso, ela é muito utilizada na odontopediatria.

Para além do uso com crianças, a radiografia oclusal pode ser usada na análise de dentes inclusos (que ficam abaixo da gengiva), na análise de fraturas e também das raízes dos dentes.


Por fim, a radiologia odontológica é mais uma entre tantas áreas da radiologia com potencial de crescimento, devido ao grande uso das especialidades médicas.

Com o avanço da telemedicina, a radiologia odontológica já tem se beneficiado das vantagens dos exames digitais e do compartilhamento seguro de imagens de raio-x, bem como da emissão de laudos online.

E assim como as demais áreas da radiologia, a radiologia odontológica representa uma oportunidade, tanto para os centros de imagem, quanto para os profissionais que desejam explorar a telemedicina para realizar e interpretar laudos à distância, a fim de melhorar o atendimento aos pacientes.

Radiologia
Tudo que você precisa saber sobre os aparelhos de mamografia
Radiologia
Para que serve o raio-x de tórax OIT e como ele é feito?
Radiologia
Os 5 melhores livros de radiologia e quais são indicados para cada profissional de saúde