Negócios

Conheça os diferentes tipos de equipamentos para centros de imagem


No dia a dia de qualquer profissão, a acurácia ao realizar atividades e obrigações pode ser decisiva e interferir bastante na qualidade final de um produto ou serviço.

E isso se repete na medicina, com o diferencial que, ao contrário das atividades que podem ser refeitas, trocadas ou alteradas, os exames e procedimentos realizados nas clínicas e centros de imagem interferem imensamente na vida dos pacientes.

Exames de imagem foram e continuam sendo decisivos para o tratamento de diversas patologias. Graças a eles, pacientes passaram a receber diagnósticos cada vez mais precisos e tratamentos ainda mais eficientes.

Mas para isso, os centros de imagem precisam ter capacidade estrutural e técnica para realizar exames com imagens de qualidade que permitam aos médicos ter alto nível de acurácia.

Dessa forma, existem equipamentos que são indispensáveis para os centros de imagem que desejam oferecer atendimento eficiente aos pacientes.

Abaixo, nós listamos quais são os principais equipamentos para centro de imagens e suas funcionalidades.

Qual a importância dos exames de imagem para a medicina?

É a partir dos exames de imagem que é possível observar as estruturas internas do corpo, como tecidos, órgãos e ossos. 

Com as imagens, médicos podem visualizar e identificar doenças, fraturas, tumores, células e realizar diagnósticos precisos.

Contar com equipamentos de qualidade, realizar manutenções frequentes e garantir que as imagens tenham nitidez e veracidade é indispensável para dar total segurança aos pacientes.

Dessa forma, os equipamentos dos centros de imagem devem ter a capacidade de proporcionar imagens estáticas ou em movimento que auxiliem os especialistas a identificar alterações, irregularidades e padrões presentes nos tecidos internos.

Mas quais são os equipamentos para centro de imagens mais comuns e necessários nas instituições?

Conheça os equipamentos para centros de imagens mais utilizados

Raio x

O raio-x é um dos equipamentos mais utilizados para diagnóstico. Trata-se de um aparelho considerado mais acessível para as clínicas e também para os pacientes, sendo que a sua funcionalidade serve para analisar as mais variadas áreas e enfermidades.

O exame de raio-x é popular pela eficácia, pela rapidez na realização dos exames e obtenção dos resultados. Eles são popularmente usados para identificar problemas no tórax, no abdômen, na coluna, nos ossos, na bacia, no crânio e até problemas renais.

Para obter as imagens é utilizado radiação ionizante, sendo que o procedimento não é indicado para grávidas.

Mamógrafo

O aparelho de mamografia é fundamental no diagnóstico de câncer de mama

O equipamento também utiliza raio-x durante a realização do exame, sendo que o principal objetivo no diagnóstico feito a partir da mamografia é avaliar alterações no tecido mamário, como nódulos ou cistos.

O exame é conhecido por oferecer imagens e resultados de alta qualidade. Por isso, é altamente eficiente para diagnosticar e tratar de maneira adequada e eficaz.

Ultrassom

Assim como o raio-x, o exame de ultrassom é bastante versátil e nada invasivo para os pacientes, sendo que a principal diferença é que no exame não é utilizado radiação para gerar imagens.

O aparelho de ultrassom não usa radiação ionizante e não oferece nenhum risco ao corpo. 

Seu funcionamento ocorre a partir da emissão de ondas sonoras de alta frequência, que geram imagens usadas para visualizar as partes internas de órgãos como bexiga e estômago, que são ocos por dentro.

Ressonância magnética

O aparelho de ressonância é considerado um dos mais caros e, por isso, não é tão facilmente encontrado como um aparelho de raio-x. 

Trata-se de outro equipamento que não utiliza raio-x na realização de exames.

Durante a ressonância, o equipamento cria um campo magnético dentro do tubo do aparelho onde são geradas ondas de rádio que serão interpretadas computacionalmente, dando origem às imagens que serão interpretadas pelo médico.

A ressonância magnética tem como grande benefício permitir a geração de um número maior de cortes. Isso significa que as imagens geradas terão várias “fatias” da área do corpo a ser analisada – fato que torna o diagnóstico ainda mais preciso.

Tomografia computadorizada

O equipamento de tomografia computadorizada é responsável pela realização de um dos exames mais modernos da atualidade.

O aparelho utiliza radiação ionizante para captar imagens que podem ser feitas de diversos ângulos, gerando imagens de alta resolução por um valor considerado mais acessível.

Assim como o raio-x, a tomografia é bastante versátil e por isso pode ser usada para o diagnóstico de várias doenças, como doenças pulmonares, no tórax, doenças abdominais, doenças renais, doenças pélvicas, doenças no crânio, doenças oculares, doenças em membros inferiores e superiores.

Ele é ideal para atender demandas altas, seja pela capacidade de analisar diferentes partes do corpo, seja pela duração dos exames que levam entre 10 e 15 minutos para serem realizados.

A importância da qualidade dos equipamentos para centro de imagem

Ter equipamentos de qualidade e com a manutenção em dia é indispensável para os centros de imagem que desejam oferecer exames seguros e precisos para os pacientes.

Dessa forma, na hora de adquirir equipamentos para centro de imagem, além de buscar fornecedores confiáveis, é fundamental que após a aquisição as instituições cumpram com suas responsabilidades diárias para manter a qualidade dos exames gerados nos aparelhos.

Entre os principais cuidados estão:

  • Manutenções preditivas e preventivas, feitas antes do aparelho apresentar defeitos ou mal funcionamento. Elas servem para evitar falhas ou que o equipamento precise ficar parado aguardando troca de peças ou assistência técnica.

    Os principais benefícios desse tipo de manutenção é que elas prolongam a vida útil dos aparelhos, mantêm a qualidade dos exames e podem ser programadas sem prejudicar agendamentos.
  • As manutenção corretivas devem ser evitadas, mas quando ocorrem, é preciso contar com fornecedores capazes de oferecer atendimento com a urgência necessária para que o equipamento fique o mínimo de tempo possível parado.

As instituições devem procurar seguir essas orientações e priorizar equipamentos que fazem sentido para a realidade do centro de imagem, da cidade e da região, ao mesmo tempo, devem oferecer atendimento de qualidade e a realização de exames de qualidade confiável.

Negócios
Prontuário eletrônico: sua clínica está em conformidade com a LGPD?
Negócios
O que é necessário para abrir uma franquia de radiologia?
Negócios
RDC 16/2013: entenda os tópicos mais importantes e para quais instituições ela é indispensável