Tecnologia

5 motivos para ter o seu próprio sistema para clínica de radiologia


A tecnologia em saúde vem transformando o modo de pensar da medicina diagnóstica. Assim, clínicas e hospitais precisam de um sistema para clínica de radiologia, que seja aprimorado e informatizado.

Um sistema que permita a aprimorar e informatizar os seus processos é fundamental para o sucesso de qualquer centro de diagnóstico. Deste modo, ter um sistema para clínica de radiologia eficaz, é essencial para otimizar diagnósticos e processar dados. 

É evidente, que no mundo globalizado, novas ferramentas ganharam força no quesito tecnologia em saúde, por isso, acompanhe agora 5 motivos para ter o seu próprio sistema para clínica de radiologia.

Motivo #1 – Agilidade do processo de trabalho

A tecnologia é uma grande aliada no dinamismo e agilidade, por isso um sistema para clínica de radiologia auxilia na rotina de uma clínica ou centro de diagnóstico. Além disso, o sistema facilita o processo de trabalho, deixando a execução de tarefas mais ágeis. 

Com isso, os clientes são beneficiados, afinal a principal queixa de um paciente, ao ser submetido a uma exame, é o tempo gasto esperando os resultados. Deste modo, ao ter o seu próprio sistema ou software, você sai na frente dos seus concorrentes e oferece um serviço mais rápido, com qualidade e baixo custo.

Motivo #2 Informatização do diagnóstico

Ninguém merece receber resultados mal elaborados e rascunhados. Então, tendo o seu próprio sistema, você dá adeus ao papel e caneta e passa a ter uma informatização do conteúdo. Essa prática passa credibilidade e gera eficiência no atendimento ao seu cliente. 

Motivo #3 Organização dos dados

A organização é essencial para o processo de trabalho, portanto ao informatizar o diagnóstico, através de um sistema para clínica de radiologia, você estará organizando os dados dos pacientes. 

Inclusive, para o planejamento do processo do trabalho, a organização dos dados é essencial e não há como alcançar os objetivos da empresa sem planejamento e organização. 

Motivo #4 Registro de documentos

Tendo o seu próprio sistema para clínica de radiologia, você nunca passará por problemas relacionados à perda de documentos dos seus clientes. Os exames serão armazenados e deste modo, ficarão seguros e guardados na memória do sistema. 

Se antes você precisava de data centers, servidores físicos e cabos, sem finalidade nenhuma e com alto custo, agora você precisará apenas escolher o sistema certo para sua clínica de radiologia. 

Motivo #5 Aumento da produtividade da equipe

Um sistema ou software para clínica de radiologia provocará o aumento da produtividade da sua equipe de trabalho. Isso acontecerá devido ao aumento da eficiência dos seus colaboradores, que estarão trabalhando com um sistema informatizado em saúde. 

O que um sistema para clínica de radiologia deve contemplar?

Rdicom - Sistema para clínica de radiologia

Um sistema para clínica de radiologia deve oferecer total organização do processo de trabalho. Essa organização deverá contemplar todas as etapas do processo de trabalho, desde o agendamento do paciente até a emissão e liberação de seu laudo.

Portanto, um sistema completo auxilia desde a redução de custos, até a maior confiabilidade e capacidade de registro das informações de instituições e pacientes. Em linhas gerais, um bom sistema para clínica de radiologia deve automatizar as informações, além de realizar a gestão do trabalho, facilitar o registro de imagens e otimizar o tempo. 

Qual a diferença entre sistema para clínica de radiologia, (sistema RIS e sistema PACS)?

O Radiology Information System (RIS) é um sistema para clínica de radiologia que permite comparar o laudo de clientes, tanto com as imagens geradas no presente, como no passado, permitindo a criação de uma linha do tempo do paciente.

Essa linha do tempo auxilia profissionais de saúde no momento do diagnóstico médico, além de compartilhar esses dados entre profissionais, de forma ágil e precisa. Além disso, um fator importante do RIS é o agendamento de exames pelo próprio paciente.

O RIS: muito além de um é um sistema integrado 

Inclusive, essa prática facilita e agiliza o processo de trabalho, pois o paciente estará “pulando” a etapa da recepção. Assim, o sistema RIS agiliza  o processo e reduz o tempo em filas de espera.

Por conseguinte, uma clínica ou centro de diagnóstico que tenha o RIS, tem a facilidade de gerar relatórios regulares de seus pacientes, de forma dinâmica e sem demora. Além disso, com o RIS ainda é possível fazer controle de estoque, além da inserção de dados do financeiro e faturamento da sua clínica ou centro de imagem.

O PACS: sistema focado na distribuição de imagens

O foco deste sistema para clínica de radiologia é o gerenciamento de imagens. Ao adquiri-lo, a clínica ou centro de imagem, terá benefícios em relação a aquisição, transferência, distribuição e armazenamento de imagens.

Ou seja, em outras palavras, o sistema PACS é um sistema mais simples e que é focado apenas na organização das imagens dos pacientes. Por outro lado, o sistema RIS foi criado para auxiliar o gerenciamento de todo processo de trabalho, desde o atendimento, até o arquivamento de imagens e gerenciamento do faturamento da empresa. 

Como escolher o melhor sistema para minha clínica de radiologia?

Para escolher o melhor sistema para sua clínica de radiologia, você deve pensar nos objetivos da sua empresa. No seu caso, você prefere um sistema mais completo, que realize a gestão de tarefas operacionais, clínicas e administrativas?

Então, neste caso, o RIS seria o melhor sistema para sua clínica de radiologia. Contudo, se você está em busca apenas de um arquivo para as imagens dos seus clientes? então, o PACS seria a solução dos seus problemas. 

Mas lembre-se, quanto mais integração nas informações da sua clínica, melhores serão as decisões que você poderá tomar. Então, analise com atenção para escolher o mais completo, que em hipótese alguma será o mais complexo.

Sistemas são apenas para clínicas grandes?

Foto de Cuidados de saúde e crianças. Radiologia, ressonância magnética, tomografia computadorizada, conceito de raio-x. Africanas amigáveis por sofiiashunkina na Envato Elements

Uma das perguntas mais feitas por clínicas de pequeno porte é: minha clínica é pequena, então eu não preciso de um sistema? Errado. Em se tratando da organização do processo de trabalho de qualquer empreendimento, não importa qual é o seu tamanho.

Nos dias de hoje, a tecnologia é uma das aliadas principais para dinamizar o processo de trabalho e encantar clientes. Não dá para pensar que apenas as empresas de grande porte devem procurar a informatização da saúde

Logo, instituições grandes ou pequenas precisam ter o seu próprio sistema para clínicas de radiologia. Aliás, quando lidamos com a saúde do próximo, todo cuidado é pouco no momento de registrar informações tão importantes como laudos e exames. 

Portanto, não perca tempo e invista no seu empreendimento e na saúde do seu cliente, adquirindo hoje mesmo o seu próprio sistema para clínica de radiologia!

Negócios
Entenda o que é tabela TUSS e a importância dela para as instituições de saúde
Negócios
Prontuário eletrônico: sua clínica está em conformidade com a LGPD?
Tecnologia
Telemedicina radiológica: entenda a importância para os pacientes e profissionais